Retweet

Posts Recentes

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Magnificência mentirosa


O que aconteceu com os outros? Creio que todos desistiram, foi um caminho duro até aqui. Eu já segui as duas trilhas da bifurcação. Nenhuma delas leva longe o bastante. Acredito que todos morreram, quero dizer, todos sabem o que estávamos fazendo aqui, estávamos nos destruindo, nos matando, provando da própria carne. Eu estou falando, de todo o prazer, o sexo e as drogas, toda a troca inútil e vazia de fluidos de sempre. A vida dura dos que não tem um deus, toda a confusão mental que inunda nossa intimidade, você já sentiu isso? É tão normal que todos abandonem o navio. Induzindo nossos corpos a sentir, sentir algo.  Magnificência mentirosa e sangramento nasal.  Queda do topo da pirâmide, queda livre.  Não ouço mais a voz dos outros, todos nós erramos tanto. Por isso nós sabemos, por isso nós escrevemos durante a noite, por isso nos entendemos. A lingua do escrevedor. ESCREVE DOR.

Atire a primeira pedra o pobre desgraçado que nunca sucumbiu na luxuriosa guerra dos egos.
Somos pobres diabos, velhos e sem dentes. 

domingo, 24 de fevereiro de 2013

O trágico

Toda interação humana, por mais banal que seja, é aberta a infinitas possibilidades de desfecho. Comigo, no decorrer desses 22 anos, todas as  possibilidades que criei invariavelmente tiveram o mesmo desfecho, o trágico. O que eu espero das pessoas é sempre o melhor, o que elas me dão, sempre o pior, e o resultado de nossa interação é sempre muito ruim. A verdade é que você não deve procurar compatibilidade em ninguém, quero dizer, alguns acham que a vida é feita para encontrar a peça que te completa, outros acham que a vida se trata de acumular papel moeda... Eu particularmente... Não sei, definitivamente não sei. 


"O meu problema é o sono. Se eu conseguisse sempre dormir bem, nunca teria escrito uma linha" L.F. Céline

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

‎"Há bastante deslealdade, ódio, violência, absurdo no ser humano comum para suprir qualquer exército em qualquer dia. E o melhor no assassinato são aqueles que pregam contra ele. E o melhor no ódio são aqueles que pregam amor, e o melhor na guerra, são aqueles que pregam a paz. Aqueles que pregam Deus precisam de Deus, aqueles que pregam paz não têm paz, aqueles que pregam amor não têm amor. Cuidado com os pregadores, cuidado com os sabedores. Cuidado com aqueles que estão sempre lendo livros. Cuidado com aqueles que detestam pobreza ou que são orgulhosos dela. Cuidado com aqueles que elogiam fácil, porque eles precisam de elogios de volta. Cuidado com aqueles que censuram fácil, eles têm medo daquilo que não conhecem. Cuidado com aqueles que procuram constantes multidões, eles não são nada sozinhos. Cuidado com o homem comum, com a mulher comum, cuidado com o amor deles. O amor deles é comum, procura o comum, mas há genialidade em seu ódio, há bastante genialidade em seu ódio para matar você, para matar qualquer um. Sem esperar solidão, sem entender solidão eles tentarão destruir qualquer coisa que seja diferente deles mesmos."

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Dopamina é o caralho.


E a sua vaidade esta matando tudo,
às vezes acho que tenta controlar
o efeito que produz em mim, para
impor suas ações e prever minhas reações.
Tenta brincar,
controlar, manusear, induzir,
como o estado, que baixa o IPI
bate recordes de venda de carros
e depois aumenta o preço da gasolina.
Talvez se eu fosse mais ambicioso
e desejasse com maior ardor,
mas minha falta de interesse
pela alma e também pela carne
torna tudo mais difícil para nós dois.
Não tente me fazer sofrer pela sua
partida, eu sou um ser que em
sua naturalidade, segue sozinho
sempre.
Entretanto,
gostaria que ficasse aqui.
Dopamina é o caralho.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013


Eu gostava mais de quem você fingia ser.
Às vezes eu perco o foco do que realmente interessa, sabe, quando tudo esta desabando a sua volta, mas o que te da um frio na barriga é algo não vai mover uma pedra.
Sei que me distraio fácil, mas às vezes algumas coisas me arrastam, e eu me pego envolvido em uma duvida que já esta respondida.
Mas eu não aceito a resposta.