Retweet

Posts Recentes

domingo, 17 de novembro de 2013

Transando a noite inteira.

Outra vez estou aqui jogado
entregue em teus braços
outra euforia e outro trago
você me arrasta ao pecado.

Conversamos beijos
o idioma universal da carne
te fito os olhos e leio os desejos
o resto fica pra mais tarde.

Minha língua no seu intimo
algo estremece, contrai, molhado
se algo é mim é triste agora é ínfimo
vejo deus no teu corpo delgado.

Ofegantes, assistimos o alvorecer
não sei se é amor ou brincadeira
outro amanhecer
transando a noite inteira. 

Meu vicio.

0 comentários:

Postar um comentário