Retweet

Posts Recentes

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Nada

O que me falta é o combustível, creio eu. Cheguei nessa conclusão deitado assistindo mais um dia de minha vida torna-se menos um dia, tão sem brilho e razão quanto todos os outros. O que me falta é querer, veja bem, se tivesse algo lá fora que eu realmente quisesse eu teria um motivo plausível para lutar. Falta-me ambição de certa forma, falta também à vontade das coisas mais básicas. Entretanto, se querer é sofrer, algo eu quero, pois sei que sofro. Essa angustia fria que dilacera entre as costelas significa algo, sei que sim. Sinto-me como um impala 67 empoeirado e coberto por caixas em uma garagem de uma casa abandonada cujo dono já morreu.  Eu poderia fazer o diabo, só iria precisar de uma boa limpeza, um tanque cheio e talvez rodas novas. Então quem sabe se um dia algo queimar meu peito, me fazer desejar com ardor de mil sóis, talvez eu saia por aquela porta e faça algo mais que apenas assistir a vida esvair-se me condenando pelas coisas que nunca fiz. Talvez eu chute deus no rabo e beije aquela bela garota. Talvez eu cometa homicídios em série. Talvez eu simplesmente exploda meus miolos com uma 380. 

Sei que tudo é melhor que nada.
Só não sei se quero ou o que quero.

Santo deus, algo que me faça mover, sabe? 

1 comentários:

Iris Campos disse...

Eu diria que você se move, mesmo que sem querer até mim. E mais nada.

Muito obrigado por isso.

Postar um comentário